D.R.A-W com Miguelangelo Veiga

Sábado, 18 Junho, 2016 - 17:00

NOTHING CAN STOP A BAD DRAWING

Participantes com idade mínima de 14 anos.

O desafio que se propõe nesta sessão de D.R.A.W. é destinado a qualquer pessoa que se interesse por desenho, com ou sem experiência na prática, não se trata de uma aula de desenho e não pretende introduzir conhecimentos técnicos nem teóricos sobre este assunto, trata-se sim de um jogo ou de uma conversa de final de tarde entre duas pessoas onde a linguagem é a linguagem do Desenho. O resultado final consistirá num retracto/auto-retrato produzido por dois autores. O exercício é repetido duas vezes ou seja, cada participante repete o seu auto-retrato duas vezes com a intervenção de duas pessoas diferentes em cada ocasião.

A ideia aqui é, a partir de uma fotografia/retracto de um dos autores, dois elementos desenharem e re-desenharem a mesma imagem intercaladamente com regras simples; nunca apagar e apenas sobrepondo, corrigindo ou reforçando o desenho anterior (como uma espécie de cadavre exquis mas conhecendo à partida o trabalho antecedente e com o objectivo especifico de concluir uma imagem final).

Para este propósito o desenho começa como um auto - retrato a partir de uma fotografia, o autor desenha durante os primeiros 15m e troca com um participante à sua escolha que desenhará sobre o mesmo desenho durante outros 15 minutos. Terminado o tempo do segundo autor, o primeiro retoma e conclui-o (terá aproximadamente mais 15 minutos para o concluir).

Desenhar é sobretudo uma forma de pensar, de materializar uma determinada ideia. Da mesma forma que uma conversa a dois decorre a partir da introdução de duas visões diferentes sobre um mesmo assunto, procura-se aqui transportar para este exercício o mesmo modus operandi de uma conversa entre duas pessoas, a conclusão depende exclusivamente das direcções pelas quais optarem.

A sessão começa com a apresentação do exercício e do modo como se desenrola, segue-se a realização do desafio que se repete duas vezes com intervenientes diferentes. Terminamos com uma apresentação dos trabalhos que se pretende descontraída e uma conversa sobre os resultados.

 

Biografia

Miguelangelo Veiga (n. Lisboa 1974) licenciou-se em Pintura no ano de 2003 pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, frequentou em 2007 a Escola de Artes Visuais Maumaus. Desenvolve investigação no campo das artes visuais desde 2000, nomeadamente, nas vertentes de Desenho, Pintura, Instalação e Vídeo. Em 2002, realizou a primeira mostra coletiva com destaque público: “The opposite direction/ easily reversible”, na Galeria Zé dos Bois (ZDB) destacam-se as participações no Open studio/Residência “O Sítio das Artes”, promovido pelo Fórum Cultural - O Estado do Mundo no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian (2007). Em 2010, foi selecionado pelos curadores da The Phillips Collection e do Katzen Arts Center American University Museum para representar Portugal na exposição “Loop: Contemporary Vídeo Art From the E.U.”, no National Portrait Gallery, em Washington D.C. Em 2013, integrou o programa de Projetos Associados da Trienal de Arquitectura de Lisboa – Close, Closer – com “Domino / Ready for the fall em Curating the Domestic - Images at Home”. Está representado em diversas coleções públicas e privadas destacando-se; PLMJ (Portugal), Centro de Artes Plásticas de Coimbra (Portugal), Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa (Portugal), Al Maqam (colec. Mohamed Mourabiti, Marrocos), Fundação do Fórum de Assilah (Marrocos) e colecção Al Asmakh International Art Collection (Qatar). Vive e trabalha em Lisboa.

Entrada: 

€7,00

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago