Michael Hardt

Sexta, 8 Outubro, 2010 - 12:00

TEMAMilitância para além da crítica: Foucault lê Kant

O pensamento da esquerda hoje é baseado na crítica, o que revela e desafia as injustiças do poder. É preciso, claro, protestar e ser rebelde, mas o pensamento da esquerda deve também ser capaz de ir para além da crítica e propor alternativas à ordem dominante actual. Com o objectivo de compreender esta questão, Michael Hardt leu os textos de Michel Foucault no Collège de France nos quais são analisados os limites da crítica kantiana e através de uma investigação do pensamento grego antigo propõe uma filosofia militante que vai para além da crítica.
 
Biografia MICHAEL HARDT

Michael Hardt (1960, Washington DC ) é um teórico literário e filósofo político que lecciona  na Duke University, de Nova Iorque. Uma das suas obras mais conhecidas é o livro Império (Empire), escrita com Antonio Negri. A continuação, denominada  Multitude: War and Democracy in the Age of Empire, foi lançada em Agosto de 2004, e detalha a ideia de multitude, a qual foi elaborada inicialmente pelos autores em Império,  como o sítio potencial para um movimento democrático global. Muitas vezes intitulado como o “Manifesto Comunista do Século 21″, Império dividiu a crítica política. Michael Hardt é também autor de Gilles Deleuze: uma apreciação filosófica; e com Antonio Negri escreveu ainda Labor of Dionysus: a Critique of the State-form.

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago