Gabriela Salgado & Keith Piper

Sexta, 16 Novembro, 2012 - 18:00

RESTOS E RASTOS 
 
O Carpe Diem Arte e Pesquisa acolheu a conversa “Restos e Rastos”, que teve Keith Piper e Gabriela Salgado como oradores, e contou ainda com a participação de José António Fernandes Dias e Manuela Ribeiro Sanches como interlocutores. 
 
Integrada no ciclo “Re-ver os Impérios e os seus objectos de Fantasia”, esta sessão – baseada na obra “Once Upon a Time”, de Mónica de Miranda –, focou-se nas práticas artísticas e na construção contemporânea de imagens que revisitam as memórias dos impérios coloniais. 
Gabriela Salgado é curadora independente, programadora de exposições e conferencista. Trabalha atualmente como curadora independente e consultora na Europa e América Latina. Tem desenvolvido um importante trabalho sobre trânsitos artísticos entre a África, a América do Sul e a Europa. 
Keith Piper é artista e professor de Belas Artes e Media Digitais na Universidade de Middlesex, na Grã-Bretanha. Além de expor internacionalmente, foi fundador do BKL Art Group e é autor de vários ensaios e a sua vasta obra versa, entre ouros aspectos, as relações históricas e os lugares geográficos. 
Manuela Ribeiro Sanches é professora auxiliar da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Coordena o projeto Deslocalizar a Europa – Perspectivas Pós-coloniais na Antropologia, Arte, Literatura e História no Centro de Estudos Comparatistas da referida universidade. 
José António Fernandes Dias é antropólogo, curador, programador e professor da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa (FBA-UL). Criou o site ArtAfrica e coordenou o Mestrado em Estudos Curatoriais da FBA-UL e Gulbenkian. Atualmente dirige o projeto Africa.Cont da Câmara Municipal de Lisboa. 
Organização: Africa.Cont / Câmara Municipal de Lisboa, Centro de Estudos Comparatistas – Faculdade de Letras de Lisboa, Xerem – Associação Cultural 

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago