Notícias

Concerto | Luís Vicente e Carlos Godinho

Sexta, 16 Dezembro, 2016 - 19:00

Os caminhos de Luís Vicente (trompete) e Carlos Godinho (percussão) cruzam-se numa vadiagem entre a experimentação da matéria sónica e a espontaneidade da improvisação. 
Zarpando pelas fendas da memória musical, buscam o abismo nos poros da superfície da expectativa. 
É caso para festejar com a explosão das micro tonalidades e o ranger dos impulsos de ascensão. 
Bilhetes? Só de ida e sem lugar marcado.

Entrada: 

€3,00

D.R.A-W com MARTA RAMOS

Sábado, 17 Dezembro, 2016 - 16:30

À VOLTA DO DESENHO
Neste workshop os participantes serão desafiados a participar numa espécie de “jogo das cadeiras” à volta de um modelo construído no início da sessão. 
A partir da observação directa de alguns objectos naturais e artificiais, irão desenvolver vários exercícios de grau de complexidade crescente. 
Compartilhando registos, experimentando diversas técnicas, materiais e suportes, os participantes serão estimulados a explorar diversos modos de desenhar e de se relacionarem com a prática. 

Objectivos: oferecer aos participantes a orientação e os meios necessários para o uso de técnicas e materiais do desenho, de uma forma lúdica, potenciando a capacidade de observação e representação plástica de imagens; ao mesmo tempo despertar a curiosidade, o jogo, a surpresa e os diferentes aspectos que esta prática nos oferece.

O workshop “À volta do desenho” será mais interessante quanto maior o número de participantes. O mínimo deverá de ser um grupo de 4 pessoas.

:::
Marta Ramos (Lisboa, 1975) é artista plástica e a sua prática situa-se entre o desenho e a pintura. É licenciada em Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa e trabalha actualmente no Atelier 39I93. Desde 1997 que expõe em galerias e feiras de arte. Tem realizado exposições individuais e colectivas, entre elas: Paisagens no Espaço PT Andrade Corvo (Lisboa, 2014), Sent into the desert na Galeria Pedro Serrenho (Lisboa, 2010), Landscapes II na Galeria Minimal (Porto, 2009), Trabalhos Recentes-série Hazards na Galeria Minimal (Porto, 2007), Hazards na Galeria Minimal Arte Contemporânea (Porto, 2006), S:Trip na Galeria Ara. (Lisboa, 2005), Blind:s na Galeria Minimal Arte Contemporânea (Porto, 2005), Ortopedia na Galeria Ara (Lisboa, 2002). Desde 2010 que participa na Abertura de Ateliês de Artistas organizada pela Associação Castel d’If (Lisboa). Lecciona artes plásticas a crianças e adultos.
Site da artista: www.martaramos.weebly.com

:::
Duração proximada: 02h30
€ 8 (material incluído)
Pré-inscrição em info@carpe.pt

Entrada: 

€8,00

D.R.A-W com Isabel Simões

Sábado, 3 Dezembro, 2016 - 16:30

No dia 3 de Dezembro, Isabel Simões apresentará a sua proposta para mais uma sessão de D.R.A-W.

:::
Isabel Simões (1981) licenciou-se em Pintura na Faculdade de Belas-Artes de Lisboa em 2005. Em 2011 foi artista residente na Künstlerhaus Bethanien ao abrigo da bolsa João Hogan – Fundação Calouste Gulbenkian.
Das suas exposições individuais podem destacar-se Camuflagem (2016) Casa Museu Medeiros e Almeida; Rules for a Subjective Sundial (2013), Galeria Caroline Pagès; An Oblique Fiction (2011), Kunstlerhaus Bethanien, Berlim; Esperem Entrem (2010) e Plongée (2009) MARZ Galeria; Blame the city (2006), Módulo – Centro Difusor de Arte.
Isabel Simões participou em exposições colectivas como Atlas de Imagens (2014-15) que passou pelo Porto, Évora, Coimbra, Setúbal e Aveiro; BYTS- Bosch Young Talent Sow (2011), Stedelijk Museum, Hertogenbosch, Holanda; Unfolding: Space (2011), Grimmuseum, Berlim; O Museu em Ruínas (2011), Museu de Arte Contemporânea de Elvas – Colecção António Cachola, Elvas; A Iminência da Queda (2009), Galeria do Diário de Notícias, Lisboa; Prémio Fidelidade Mundial Jovens Pintores (2007), Culturgest, Lisboa; 7 artistas ao 10o mês (2005), Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa; Expanded Painting (2005), Segunda Bienal de Praga, Praga, República Checa e Anteciparte, Estufa Fria, Lisboa (2004).

http://isabelsimoesportfolio.tumblr.com/

:::
Duração aproximada 2h30
€ 8 (material incluído)
Sugerimos pré-inscrição em info@carpe.pt

:::
Concepção e acompanhamento da actividade: Marta Ramos e Sofia Murteira

Entrada: 

€8,00

Ana Leon

A Sala de Leitura Paulo Reis recomenda o catálogo de uma das nossas artistas, Ana Leon, quem participou junto a José Pedro Croft no 14º ciclo de exposições no Carpe Diem Arte e Pesquisa. 

A exposição Filmes e Desenhos, que dá nome a este catálogo, foi apresentada na Galeria Quadrado Azul no Porto, em Janeiro de 2007. 

Concerto Música Improvisada

Quarta, 16 Novembro, 2016 - 19:00

16 Novembro ::: 19h00 ::: CONCERTO


Carlos “Zíngaro” (PT) - violino
Fred Lonberg-Holm (US) - violoncelo
Alvaro Rosso (UY) - contrabaixo

Entrada: 

€3,00

Inauguração da Nova Exposição no Palácio Amarelo

Sábado, 12 Novembro, 2016 - 15:00

O Carpe Diem Arte e Pesquisa (CDAP) inaugura uma nova exposição no Palácio Amarelo, em Portalegre, no dia 12 de Novembro, entre as 15h00 e as 18h00, com os projectos de Cristina Lamas e Francisco Pinheiro.

A exposição estará aberta ao público nos sábados 12, 19 e 26 de Novembro e no sábado 3 de Dezembro de 2016, das 15h00 às 18h00.

Em linha com a sua intenção de apresentar obras de artistas contemporâneos em espaços que fazem parte do património edificado da cidade de Portalegre, a presente exposição proposta pelo CDAP, apresenta peças dos artistas Cristina Lamas e Francisco Pinheiro.

Cristina Lamas expõe uma série de desenhos inspirados nos elementos decorativos do Palácio Pombal em Lisboa. Estes desenhos integraram o projecto de Cristina Lamas desenvolvido para o Carpe Diem e foram expostos no âmbito do 13.º Programa de Exposições, entre os meses de Junho e Agosto de 2013. Francisco Pinheiro apresenta uma criação nova.

Vestidas de Branco

A Sala de Leitura Paulo Reis recomenda o catálogo de um dos nossos artistas, Nelson Leirner, quem participou no 13º programa de exposições do Carpe Diem Arte e Pesquisa.

O tema da exposição Vestidas de Branco foi definido pelo artista a partir de uma visita que fez ao Museu Vale, em Vila Velha, quando lhe chamou a atenção a quantidade de noivas que se fazem fotografar nos jardins do museu vestidas com o traje de cerimonia de casamento. É uma amostra fruto de um olhar que é ao mesmo tempo amoroso e crítico: ambiguidade que de resto permeia toda a obra do Nelson Leirner.

D.R.A-W com Inês Teles

Quarta, 5 Outubro, 2016 - 16:30

OS GESTOS DA LINHA

Inês Teles propõe aos participantes deste workshop trabalhar o desenho a partir da expressividade da linha, num momento experimental, usando vários materiais e técnicas: grafite, carvão, lápis de cor, tinta da china, tinta acrílica...

:::
Artista portuguesa, residente em Lisboa. Iniciou a sua formação na FBAUL, com uma licenciatura em Pintura, e em 2010 prosseguiu os estudos em Londres, completando uma pós-graduação na Byam Shaw, na Central Saint Martins, e Mestrado em Pintura na Slade School of Fine Art, na UCL. Exposições (selecção): (2015) Descontorno, Casa de Burgos, curadoria de João Pinharanda, Évora; (2014) For(Matter), residência artística e exposição com apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, Atelier Concorde, Lisboa; Círculo a dentro, imagem que sai fora, exposição com Constança Clara no Espaço Avenida - CAVE 211, Lisboa; ART STABS POWER – Que se vayan todos!, ¬curadoria de Inês Valle, Bermondsey Project, Londres; Estado de Sítio, Plataforma Revólver; Lisboa; (2013) 17º Bienal de Cerveira, Vila Nova de Cerveira; MA/MFA Degree Show, Slade School of Fine Arts, UCL, Londres; (2012) SPECTRUM – Novos Funcionamentos Artísticos da Imagem, Casa-Museu Medeiros e Almeida, Lisboa; (2010) L'Autre. Personne, Maison du Portugal, CIUP, Paris. Foi bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian através do programa do programa de Estudo de Especialização e Valorização Profissional em Artes no Estrangeiro (2013/14) e em 2012 ganhou o prémio Jovens Criadores e a bolsa The UCL Hardship Fund, atribuída pela UCL em Londres. Actualmente encontra-se a desenvolver uma residência artística em Budapeste, com o apoio do Museu de História de Budapeste - Budapest Gallery e da Câmara Municipal de Lisboa.
Site da artista: http://cargocollective.com/inesteles

:::
Duração proximada de 2h30
€ 8 (material incluído)
Sugerimos pré-inscrição em info@carpe.pt

:::
Concepção e acompanhamento da actividade: 
Marta Ramos e Sofia Murteira

Entrada: 

€8,00

Jemina Stehli

A Sala de Leitura Paulo Reis recomenda o livro da artista inglesa Jemina Stheli, publicado a partir duma exposição no Centro de Artes Visuais (CAV), em fevereiro de 2004.

A exposição foi organizada em parceria com a Lisson Gallery, em Londres, com curadoria do artista Português, Julião Sarmento. O projeto foi acompanhado por um livro reproduzindo as peças expostas, incluindo ensaios de Michael Tarantino, Barry Schwabsky e Alexandre Melo. O trabalho de Jemima Stehli, marcado por uma reflexão sobre o corpo, o desejo, o narcisismo e a relação entre identidade sexual e poder, coloca a sua prática no centro das principais questões da cultura contemporânea.

Exposição do Concurso-Prémio Nacional Arte Jovem 2017

O Carpe Diem Arte e Pesquisa (CDAP) inaugura no dia 1 julho a exposição dos trabalhos dos candidatos seleccionados do Concurso-Prémio Nacional Arte Jovem 2017. 

O Júri desta edição - constituído por Sandra Vieira Jürgens, Jesse James e Pedro Cabrita Reis – selecionou, de entre as 134 candidaturas recebidas, sete artistas para exporem as suas peças. A exposição decorrerá no Carpe Diem Arte e Pesquisa, local onde será apurado o vencedor do Arte Jovem 2017.

O concurso visa dar a conhecer as propostas dos artistas que acabam de entrar no mundo arte, contribuindo para uma visão mais alargada da produção artística nacional; criar a oportunidade de realizar a primeira exposição de apresentação de trabalho, com acompanhamento curatorial, vendas e catálogo; propor uma dinâmica mais competitiva entre escolas e cativar o mercado da arte, criando, assim, novas possibilidades de aquisição por colecionadores e investidores em novos artistas.

O prémio da edição de edição 2017 tem o apoio da Fundação Millennium bcp. O prémio será uma viagem a uma capital Europeia, num contexto de um evento artístico, com o intuito de complementar a formação do premiado com visitas programadas a galerias, museus e outros agentes culturais.

A selecção para a exposição da edição do Concurso-Prémio Nacional Arte Jovem 2017 é a seguinte: Ana Battaglia Abreu (Esad, Caldas da Rainha), Cláudia Antunes, (ARCO, Lisboa), Diogo da Cruz (Maumaus, Lisboa), Fernão Cruz (FBAUL, Lisboa), Laura Peixoto (FBAUL Lisboa), Marco Moreira, (FBAUL, Lisboa),Tiago Orfeu (ESAD, Caldas da Rainha).

O CDAP lançou, pela primeira vez em 2016, o concurso nacional Arte Jovem dirigido a alunos dos cursos de artes visuais finalistas em 2016 ou que tenham terminado os cursos em 2015 ou 2014.


Inauguração: 1 de julho de 2017, das 17h00 às 20h00

Último dia: 29 de julho de 2017

Horário Exposição: de quarta a sábado das 13h às 19h

A visita às exposições é gratuita.

Morada: Rua de O Século, 79, Bairro Alto, Lisboa

E-mailinfo@carpe.pt

Pages

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago