Photoespaña regressa a Portugal com exposições no Carpe Diem em Lisboa

Quarta, 7 Maio, 2014 - 15:15

No dia 30 de Maio, data em que o Carpe Diem Arte e Pesquisa celebra seis anos, inaugura-se a colectiva Instantânea: Fotógrafos latino-americanos da colecção Carpe Diem.

Na sua décima-oitava convocatória o PHotoEspaña apresenta uma secção monográfica dedicada à fotografia latino-america, dando continuidade ao projecto iniciado em 2014 de abordagem a uma área geográfica específica.



Conscientes de que a extensão e riqueza histórica, cultural e criativa de tão amplo território tornam inviável uma apresentação enciclopédica, queremos antes propor uma aproximação que revele as confluências, bifurcações e divergências das propostas artísticas em fotografia desse território.

A direcção artística do festival está a colaborar com comissários externos na elaboração de um programa de expositivo de mostras monográficas de autores consagrados assim como de fotógrafos de gerações mais recentes o que proporcionará uma visão incomum e contrastante dos usos da fotografia.

Adicionalmente, o programa de exposições irá incidir sobre o desenvolvimento e a complexidade da fotografia latino-americana, das suas origens à actualidade, recolhendo visões transversais assim como propostas temáticas e de contexto. Nalguns casos estas leituras partirão de selecções efectuadas em importantes colecções internacionais, especialmente vocacionadas para a actual explosão da arte latino- americana, o que possibilitará a apresentação de um amplo conjunto de autores. De entre eles, Albano Afonso (Brasil) apresenta a série A Vitrine com Pássaros, que revela o seu interesse pela luz e a forma como esta determina a visão, no limite entre o fotográfico e o pictórico. Ding Musa (Brasil) exibe o trabalho abstracto Limite, que questiona a ideia de infinito e a perda de referente quanto ao que é bidimensional e tridimensional. Mariano Rennella (Argentina) apresenta a série Niebla, onde joga com a ilusão, o apenas percebido, o aparente e o sublime. Martín Guerra (Perú) questiona, de um ponto de vista irónico, a representação da natureza e do ambiente com a série Naturalezas varias.

 

Fonte: artecapital.net

Fotografia: PHotoEspanhã 2015

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago