Conversa com o artista Felipe Scovino

Quarta, 15 Setembro, 2010 - 15:00

Driblando o sistema: discursos das artes visuais brasileiras durante a ditadura (1964-85).

Felipe Scovino falou sobre a relevância e as formas de enfrentamento, resistência e produção de uma parcela dos artistas visuais brasileiros que continuaram produzindo ou tiveram suas ações influenciadas pelo momento político nacional de extrema repressão e violência aos direitos civis. Analisou, sobretudo, o questionamento dessas obras aos fundamentos de um sistema sociopolítico baseado na repressão à liberdade de expressão, e a forma como estes artistas se esquivaram dos órgãos de vigilância e controle do país naquele período e expuseram a sua produção sem, na maioria dos casos, serem importunados ou terem seus trabalhos censurados. Conceitos como resistência, ironia, humor e política interagem e se diversificam num dos períodos mais dinâmicos e criativos da arte brasileira. Ao mesmo tempo em que as artes visuais herdavam o legado neoconcreto e as formas cada vez mais próximas entre a vida cotidiana e a arte, artistas como Cildo Meireles, Antonio Manuel e Antonio Dias direcionavam parte de sua produção para um questionamento sobre o status quo político.

Toggle collapsible region

desenvolvido por white imago